no1
19/04/2022
Governo disponibiliza serviço de telessaúde para as universidades estaduais a partir desta sexta

Estudantes, professores e profissionais das universidades estaduais do Paraná que apresentem com síndromes gripais ou sintomas de Covid-19 já podem instalar e efetuar o cadastro no aplicativo Saúde Online Paraná, do Governo do Estado.

O agendamento de consultas pelo serviço de telessaúde estará disponível a partir da próxima sexta-feira (22). O app é gratuito para os sistemas operacionais Android e iOS.

A medida tem como objetivo reunir dados epidemiológicos para contribuir com o controle do novo coronavírus (SarsCoV-2) nos municípios onde estão os campus universitários, principalmente depois do retorno de aulas e demais atividades presenciais nas instituições. O serviço também inclui o acolhimento psicológico para toda a comunidade acadêmica.

Nesta fase, o aplicativo integra um novo projeto de extensão da Universidade Estadual de Londrina (UEL), que inicialmente reúne 20 bolsistas, entre médicos e psicólogos profissionais, além de estudantes de graduação das áreas da Saúde e de Tecnologia da Informação (TI). A ação do governo conta, ainda, com a parceria da Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico.

CUIDADOS COM AS PESSOAS – Para ampliar o respaldo legal dos serviços de telessaúde, o governador Carlos Ratinho Junior sancionou no ano passado a Lei nº 20.744/2021 sobre o sandbox regulatório, assegurando que empresas possam testar modelos de negócios inovadores com clientes reais em um ambiente experimental.

Atualmente, o Projeto de Lei (PL) nº 4.179/2021está em debate no Congresso Nacional para regulamentar a atividade da telemedicina no Brasil.


Segundo o superintendente de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Aldo Nelson Bona, o aplicativo Saúde Online Paraná é uma ferramenta que atende orientação do governador em termos de cuidado com as pessoas.

“O projeto está estruturado de maneira que as equipes de atendimento sejam ampliadas, conforme a demanda. Assim, serão disponibilizados mais profissionais para atender quem precisar recorrer a esse recurso”, afirmou.

O diretor-geral da Secretaria estadual da Saúde do Paraná, Nestor Werner Junior, ressaltou a capacidade de solução para oferecer à sociedade o acesso aos melhores serviços públicos.

“É impossível negar a importância da tecnologia nesse processo. São muitas oportunidades e modelos de negócios que podem ser envolvidos nessa experiência e que têm tudo para ser um motor de propulsão nessa e em outras iniciativas, proporcionando mais benefícios para a população”, disse.


A UEL já vem atuando na área de telessaúde por meio de vários projetos vinculados ao Centro de Ciências da Saúde da instituição e ao Hospital Universitário Regional do Norte do Paraná.

EXPERTISE – Lançado no início da pandemia do novo coronavírus, em abril de 2020, e atualizado em novembro do mesmo ano, o serviço de telessaúde foi essencial como medida de enfrentamento à Covid-19 e acompanhamento clínico de pacientes com a doença no Paraná.

O app contribuiu para desafogar unidades de saúde nos vários municípios e evitar aglomerações e deslocamentos de pessoas. Em 18 meses, a plataforma contabilizou mais de 40 mil atendimentos, entre consultas médicas e de enfermagem e acolhimentos psicológicos.

Créditos: Vanderléia/aquarelafm

Compartilhe com seus amigos!
no2

(46)3543-2679 / (46)3543-2611 / (46) 3543-4029

(46) 9-9933-3001 - pedido musical

opec@aquarelafm.radio.br / 46- 9-9915-3813 Comercial

Av. Bruno Zution, 2912, Centro, Realeza - Paraná / Caixa Postal 101