no1
26/08/2022
Anvisa aprova a liberação da vacina contra a varíola do macaco

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou na noite de quinta-feira a liberação da vacina contra a varíola do macaco (monkeypox), produzida pela farmacêutica Bavarian Nordic, na Dinamarca e na Alemanha, e adquirida pelo Ministério da Saúde, junto a Opas/OMS (Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial de Saúde). 

Conforme decisão da última semana em que a agência autorizou a importação e o registro excepcionais de remédios e imunizantes contra doença, desde que aprovados por órgãos reguladores internacionais, a diretoria colegiada da Anvisa usou dados fornecidos pelo FDA (agência reguladora dos Estados), EMA (agência europeia) e do órgão regulador do Reino Unidos para aprovar a vacina que já é aplicada nesses países. 

A vacina não foi feita exclusivamente contra a varíola do macaco e sim contra a varíola humana, doença que foi considerada erradicada pela OMS em 1980. Mas, como os dois vírus fazem parte da família ortopoxvírus, o imunizante é usado para prevenir também contra a monkeypox. 

A diretora-relatora da Anvisa Meiruze Freitas destacou em seu voto que é esperado que a vacina contra a varíola previna ou reduza a gravidade da infecção pela monkeypox. Todavia, ressaltou ser necessário fazer estudos de monitoramento aqui no Brasil para confirmar a eficácia. 

O Brasil espera a chegada de 50 mil doses no próximo mês. De acordo com entrevista coletiva da última segunda-feira do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, esses imunizantes serão destinados apenas aos profissionais de saúde que lidam diretamente com as pessoas infectadas.

 

O que se sabe sobre a vacina contra a varíola do macaco?


A vacina foi produzida a partir de um vírus relacionado à varíola, chamado vaccinia. Ele é enfraquecido e não é capaz de se replicar no corpo humano. As pessoas não ficam doentes, mas desenvolvem anticorpos contra a monkeypox. 

Os fármacos devem ser conservados em temperaturas entre -60 a -40°C, têm validade de 60 meses e são indicadas apenas para adultos acima de 18 anos. O esquema vacinal completo se dá por de duas doses, com intervalo de 30 dias entre elas. 

Créditos: Vanderléia/r7/aquarelafm

Compartilhe com seus amigos!
no2

(46)3543-2679 / (46)3543-2611 / (46) 3543-4029

(46) 9-9933-3001 - pedido musical

opec@aquarelafm.radio.br / 46- 9-9915-3813 Comercial

Av. Bruno Zution, 2912, Centro, Realeza - Paraná / Caixa Postal 101