no1
24/03/2022
Preço do pão pode subir mais de 10% no Paraná, diz sindicato.

O preço do pão pode subir mais de 10% no Paraná, segundo o Sindicato da Indústria de Panificação e Confeitaria do estado (SIPCEP).

Especialistas na área afirmam que o aumento é influenciado por diversos fatores, como a alta dos combustíveis e a guerra na Ucrânia.

 

De acordo com o último levantamento feito pelo Departamento de Economia Rural do Paraná (Deral), em fevereiro, o preço médio do quilo do pão francês era R$ 10,26, no estado.

O valor é 1,2% maior que o registrado em janeiro deste ano e 5% maior do que na comparação com fevereiro de 2021.

O presidente do SIPCEP, Vilson Felipe Borgmann, afirmou que algumas padarias já reajustaram o preço do pão no mês de março, em 10%. Segundo ele, os ingredientes para produzir o pãozinho estão mais caros, principalmente o trigo.

 

"O trigo aumentou para nós, este mês, em 20%. O óleo de cozinha também já aumentou. Os ovos aumentaram também, o leite teve uma pequena alta. Então, nós estamos com a nossa matéria-prima subindo. O gás que subiu agora. Tudo está aumentando nossos custos", explicou.

 

Para que o reajuste não impacte fortemente a inflação, as padarias e confeitarias têm tentado parcelar os aumentos.

As empresas também estão de olho nos reflexos da guerra no leste europeu, já que Rússia e Ucrânia produzem grande parcela de todo o trigo mundial.

 

"Se não sair produções de trigo e não plantarem nessas próximas safras por causa da guerra, aí vai estrangular o mercado. A gente depende, bem dizer, da boa vontade dos caras lá pararem de brigar. A economia mundial fica no meio dessa encrenca toda", disse Borgmann.

Créditos: Vanderléia/g1/aquarelafm

Compartilhe com seus amigos!
no2

(46)3543-2679 / (46)3543-2611 / (46) 3543-4029

(46) 9-9933-3001 - pedido musical

opec@aquarelafm.radio.br / 46- 9-9915-3813 Comercial

Av. Bruno Zution, 2912, Centro, Realeza - Paraná / Caixa Postal 101