no1
20/09/2022
Chefe da ONU alerta para 'inverno de descontentamento mundial' em Assembleia Geral

O secretário-geral da ONU, António Guterres, advertiu os líderes mundiais reunidos em Nova York, nesta terça-feira (20), para o risco de "um inverno de descontentamento mundial", devido às múltiplas crises que afetam o planeta.

"A crise do poder aquisitivo se deflagra, a confiança desmorona, as desigualdades disparam, nosso planeta queima, o povo sofre, sobretudo, os mais vulneráveis" e, apesar disso, "estamos bloqueados por uma disfunção global colossal", lamentou Guterres na abertura da Assembleia Geral da ONU.

"Essas crises ameaçam o próprio futuro da humanidade e o destino do planeta", alertou. "Não tenhamos ilusões. Estamos em um mar agitado. Um inverno de descontentamento se aproxima no horizonte."

A comunidade internacional está "paralisada", lamentou o secretário-geral da ONU, que alertou para o "risco de divisão entre o Ocidente e o Sul".

"As divisões políticas minam o trabalho do Conselho de Segurança, o direito internacional, a confiança e a fé das pessoas nas instituições democráticas", alegou. "Não podemos continuar assim", acrescentou, ressaltando que é necessária "uma ação coordenada ancorada no respeito do direito internacional e na proteção dos direitos humanos".

A invasão russa à Ucrânia deve ser o principal tema da assembleia. A guerra gerou um aumento dos preços dos alimentos e da energia causando a insegurança alimentar de milhões de pessoas no mundo

Para tentar responder às preocupações de alguns países, americanos e europeus organizam na terça-feira uma reunião de alto nível sobre insegurança alimentar, consequência da guerra que afeta todo o planeta.

Ainda em seu discurso, Guterres, que priorizou a luta pela redução das emissões de gases de efeito estufa, instou os países ricos a tributar os lucros inesperados gerados pelos combustíveis fósseis para ajudar os países que são vítimas do impacto das mudanças climáticas e as populações afetadas pela inflação.

Faltando dois meses para a conferência do clima COP27 no Egito, os países pobres, na vanguarda do impacto devastador do aquecimento global não infligido, estão lutando para fazer com que os países ricos cumpram suas promessas de ajuda financeira.

A Assembleia Geral da ONU não contará com a presença dos presidentes da Rússia, China, Cuba, Costa Ricam Venezuela, México e Nicarágua.

Créditos: Vanderléia/r7/aquarelafm

Compartilhe com seus amigos!
no2

(46)3543-2679 / (46)3543-2611 / (46) 3543-4029

(46) 9-9933-3001 - pedido musical

opec@aquarelafm.radio.br / 46- 9-9915-3813 Comercial

Av. Bruno Zution, 2912, Centro, Realeza - Paraná / Caixa Postal 101